18 fev

ESET foi anunciada como nova aliada em uma iniciativa global anti-ransomware

A ESET foi anunciada como nova parceira do portal No More Ransom, uma iniciativa global anti-ransomware entre a Europol, a Polícia Nacional dos Países Baixos e grandes organizações de cibersegurança.

O projeto ajuda vítimas de ataques ransomware a recuperarem seus dados pessoais, e, até o momento, conseguiu descriptografar computadores de 72.000 vítimas que foram infectadas ao redor do mundo.

ESET foi anunciada como nova aliada em uma iniciativa global anti-ransomware

Com seus 130 parceiros, o portal online do No More Ransom possui uma coleção de 59 ferramentas de descriptografia gratuitas de múltiplos fornecedores de segurança, abordando 91 famílias de ransomware.

Usuários ao redor do mundo podem acessar essas ferramentas sem nenhum custo, com o objetivo de recuperar a informação sequestrada de seus dispositivos após uma infecção ransomware. Lançado em 2016, as ferramentas de descriptografia do portal No More Ransom conseguiram, até hoje, manter cerca de 22 milhões de dólares fora do alcance dos cibercriminosos.

A ESET atualmente ajuda vítimas de ransomware a recuperar sua informação que foi criptografada, com mais de 250.000 downloads de sua ferramenta de descriptografia. Agora, duas dessas estarão disponíveis para mais pessoas por meio da plataforma centralizada e amigável do No More Ransom.

O ransomware cresceu até se tornar uma das principais ameaças enfrentadas por negócios e usuários domésticos, e o desenvolvimento do GrandCrab e SamSam em 2018 se mostrou como uma ameaça que continua se expandido e se adaptando. Um relatório recente revelou que 40% dos ataques de malware que obtiveram sucesso envolvem ransomware.

A iniciativa global anti-ransomware No More Ransom reconhece que a luta contra o ransomware requer um esforço em conjunto, e a ESET se juntando a isso apenas expressa seu contínuo compromisso para se aliar a forças policiais para enfrentar o cibercrime e permitir que todos possam aproveitar a tecnologia da forma mais segura.

A ESET já havia colaborado anteriormente com agências de forças policiais derrubando grandes estruturas maliciosas, incluindo o extermínio da família de malware Gamarue. Essa colaboração internacional entre os setores públicos e privados envolveu a Microsoft, o FBI, Interpol e Europol. A ESET também já trabalhou com várias organizações internacionais para desmontar a Operação Windigo, que tomou o controle de dezenas de milhares de servidores Unix.

A última aliança da ESET estenderá seu compromisso na colaboração com forças policiais e parceiros da indústria para criar um mundo digital seguro. Visite o site da iniciativa global anti-ransomware No More Ransom para obter mais informações sobre o projeto.

Fonte: ESET Brasil